Conecte-se agora
acesse ibis

TURISMO

Turismo: Festas de São Benedito movimentam economia e consolidam tradição na Região

Publicado

em

(Foto: Edna Maischberger, Canal39)

No mês de abril, quando se recorda a morte de Frei Benedito, posteriormente, a 24 de maio de 1807, canonizado pelo Papa Pio VII, passando a ser denominado por São Benedito.

Em abril, nos 15 dias posteriores à Semana Santa, a tradição se manifesta firme e forte em duas cidades da Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte: Guaratinguetá, logo no Domingo de Páscoa, e Aparecida, na semana seguinte.

Cavalaria e Puxada do Mastro – Em Guaratinguetá, já há 262 anos, a Cavalaria de São Benedito e São Gonçalo movimenta cerca de mil conjuntos de montaria e cavaleiro, mesmo em lombo de muares. É uma verdadeira procissão por diversas ruas e avenidas da cidade, organizada e coordenada pela instituição Cavalaria de São Benedito.

Após percorrer bom trecho, os cavaleiros se juntam aos pedestres os quais, mantendo outra tradição, iniciam a chamada Puxada do Mastro de São Benedito. O percurso desse segundo trecho termina com a chegada do cortejo à Paróquia do Puríssimo Coração de Maria, Igreja de São Benedito, onde o mastro é erguido.

No principal dia da Festa de São Benedito, em Guaratinguetá, acontecem a distribuição do Café de São Benedito, a Missa Solene e a Distribuição dos Doces e Pães.

À tarde, precedida pelas Caixas de São Benedito, a Solene Procissão obedece um trajeto já tradicional e deságua na mesma Igreja, seguindo-se da apresentação dos novos Reis, os quais trabalharão para realizar a festa do próximo ano.

Café com na casa dos Reis

Café na casa dos Reis (Foto: Edna Maischberger, Canal39)

Carinhosamente a reportagem do Canal39 foi convidada para o Café com São Benedito, na residência dos Reis da Festa de 2019. às 5h30 da manhã lá estávamos, apreciando o calor de uma recepção afetiva, repleta de fraternidade, para compartilharmos o café oferecido a todos do bairro e convidados. Parecia, até, já sermos parte de um grupo de amigos, há muito tempo. Nossa gratidão ao casal Maria Madalena e José Fernando, Reis de 2019.

Aparecida

Congadas e Moçambiques emocionam e dão lindo colorido à festa de Aparecida – no domingo seguinte, também em homenagem ao chamado Santo Cozinheiro.

Mais de uma centena de grupos folclóricos percorre, desde as primeiras horas do domingo, véspera da festa, as ruas do entorno da Igreja de Nossa Senhora Aparecida e São Benedito.

Parece um rio de pessoas, com vestes multicoloridas, numa sintonia de muita energia. Tambores, reco-recos, atabaques, sanfonas, violões, cavaquinhos, cavacos banjos, gungas, dentre outros instrumentos, ajudam a produzir a trilha sonora. As vozes entoam as chamadas “cantigas”, conhecidas desde há muito tempo, contando e cantando momentos do povo humilde, singelo, trabalhador e imbuído de muita fé, para louvar São Benedito.

Essa energia não se esgota e os grupos se sucedem em frente ao palco/altar, no interior da igreja e ruas adjacentes.

A Missa Conga, no domingo, é simplesmente emocionante. E as manifestações da tradição e da fé se avolumam.

Em Aparecida, outro momento de devoção é a Puxada do Mastro. Antes de ser fincado no solo, assim como em Guaratinguetá, populares escrevem bilhetes demonstrando gratidão por alguma graça ou fazendo pedidos ao Santo Cozinheiro.

Erigido, o mastro é apoio para o toque de mãos dos fieis, os quais se prostram em oração ao Santo.

Momento seguinte é a Cavalaria, com muitos participantes, inclusive de cidades vizinhas e, até, com alguns grupos vindos de mais longe.

Na segunda-feira, dia maior da festa, a emoção não se dissipa e flui intensa antes mesmo dos primeiros raios de sol, com a Alvorada de São Benedito. É o tempo de muitas congadas visitarem a Igreja, saudando São Benedito, Santa Ifigênia, Nossa Senhora Aparecida e Nossa Senhora do Rosário.

Lá fora, a corrente humana de congadeiros e moçambiqueiros continua cantando, dançando, percutindo seus instrumentos.

Chega a hora da Missa Solene e não pára. Tudo, pelo contrário, aumenta de intensidade e quantidade.

Muita gente, também, na fila para a distribuição de doces que, em 2019, atingiu 10 toneladas, distribuídas em 25 mil potinhos, todos com uma lembrança contendo a imagem de São Benedito.

À tarde, com a Solene Procissão, é possível observar um pouco da complexa estrutura que é a realização do evento, em seu todo.

Além dos inúmeros grupos folclóricos, percebe-se um sem número de equipes envolvidas na organização, durante o ano todo, para que tudo corra bem e aconteça dentro do previsto.

Equipes para tudo: Mastro, Doces, Missa, Acolhida aos Congadeiros. A motivação vai às escolas e estudantes participam da Gincana Escolar da Festa de São Benedito. Citamos, também, a Corte, que é composta de casais de Rei e Rainha de anos anteriores.

Outro tanto de equipes se organiza para distribuição de água, decoração dos andores, música, comunicação, celebrações, etc. Fica nossa homenagem a todas, com essas citações.

A Festa de São Benedito, em Aparecida, é de história mais recente. Inspirados pela realização em Guaratinguetá, fieis aparecidenses fundaram a Irmandade de São Benedito e esta é a principal responsável pela montagem de cada comemoração.

Atrativo – As festas de Guaratinguetá e Aparecida, em louvor a São Benedito, são destacadamente atrativos do Turismo Religioso na Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte.

Acontecem logo após a Páscoa, como já dissemos, e marcam a época do ano em que São Benedito morreu (04 de abril). No mundo inteiro essa é a data de homenagear o Santo dos Humildes, o Santo Cozinheiro.

Em 1983, a CNBB – Conferência Nacional dos Bispos do Brasil foi autorizada, pelo Vaticano, a celebrar São Benedito em 05 de outubro, data de nascimento do homenageado.

Emprego e Renda – Além de já contarem com a presença, em seus calendários, das festas em homenagem a Santo Antonio de Sant”Ana Galvão e Nossa Senhora Aparecida, Guaratinguetá e Aparecida têm, com as homenagens a São Benedito (e São Gonçalo, no caso de Guaratinguetá), um momento de intenso fluxo de turistas, ocupando os meios de hospedagem, transportes, alimentação e comércio em geral.

Há, sem dúvida alguma, um volume maior de movimento na economia desses dois municípios.

Com isso, há que se considerar, por parte dos respectivos COMTURs – Conselhos Municipais de Turismo e administrações municipais, o máximo de envolvimento com os organizadores do evento, haja vista a visibilidade que as festas oferecem e, ainda, promovendo a valorização da mão de obra local.

Para todos terem uma ideia de como acontecem as festas de Guaratinguetá e Aparecida, preparamos algumas galerias de fotos, as quais compartilhamos a seguir.

GUARATINGUETÁ:

GALERIA 01          GALERIA 02          GALERIA 03          GALERIA 04

APARECIDA

GALERIA 01          GALERIA 02          GALERIA 03          GALERIA 04

 

 

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TURISMO

GESTÃO: Secretaria de Turismo apresenta proposta de liberação de recursos em reunião da APRECESP

Publicado

em

Foto: Divulgação SETUR_SP

A Secretaria de Turismo esteve na noite de sexta-feira (16) na Estância Turística de Ilhabela para a 4a. reunião ordinária de prefeitos da APRECESP (Associação das Prefeituras das Cidades Estâncias do Estado de São Paulo).

Representando a Pasta, o Secretário Executivo do Turismo, Marcelo Costa, apresentou algumas ações que a Secretaria vem desenvolvendo para a o Turismo no Estado. Até ao final do ano serão executadas mais de 83 ações específicas voltadas à estruturação e promoção do Turismo de São Paulo. Entre estas ações está a reconsideração dos convênios cancelados por falta de empenho, graças ao descontigenciamento de R$ 100 milhões pelo governo de São Paulo.  O esforço da Secretaria em viabilizar a execução dos contratos cancelados em 2018 resultou em 122 convênios aptos para a assinatura que vai acontecer no próximo dia 26, no Palácio dos Bandeirantes.
O Secretário lembrou que, apesar dos problemas enfrentados no primeiro semestre, a Pasta já liberou aos municípios R$ 342 milhões do orçamento de 2019. O valor liberado pelo DADETUR (Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos) de janeiro a julho é quase o dobro do que foi liberado no primeiro semestre de 2018.

Costa trouxe ainda uma boa notícia para os prefeitos: o Conselho de Orientação e Controle (COC) se reuniu no último dia 7 e aprovou todos os pleitos apresentados pelos municípios. Os novos pleitos deverão atender a seis critérios técnicos que deverão ser apresentados no plano de trabalho:
1. Demonstrar capacidade para manter, incrementar ou requalificar o fluxo turístico;

2. Estar diretamente associado a um atrativo turístico do município;

3. Ser importante vetor na estratégia de desenvolvimento econômico e social para o município;

4. Apresentar consistência entre os objetivos do projeto e as possibilidades de estruturação do destino;

5. Ser aderente às praticas preconizadas nos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS);

6. Contribuir para o processo de desenvolvimento regional.

Para o Secretário “o crescimento de 7,7% do turismo paulista é o resultado do empenho dos municípios na promoção do Turismo de São Paulo. É papel da Secretaria incrementar, manter e requalificar o fluxo turístico, e os municípios do interior são os nossos principais parceiros nesta ação”. Costa acrescentou que “não existe paralelo na história da gestão do Turismo de São Paulo, de tal nível de esforço e compromisso, tanto no que se refere à aplicação de recursos para a infraestrutura turística, como também na estruturação e promoção do Turismo. Nesse aspecto o Governo Doria está ganhando de goleada”.

A próxima reunião da APRECESP deve acontecer no dia 18 de outubro, na Estância Turística Santo Antônio do Pinhal.

FONTE: Setur SP 

Continue Lendo

TURISMO

GESTÃO: Brasil terá escola-modelo em turismo focada em inovação

Publicado

em

Ministro Marcelo Álvaro Antônio em audiência na sede do MTur para debater projeto que pretende implementar a escola nacional de turismo. Crédito: Roberto Castro/MTur 

A intenção é ter uma instituição especializada com foco na preparação de mão de obra qualificada para o setor

(Por Rafael Brais) Criar um modelo de escola referência para o turismo no Brasil, inspirada nas demandas contemporâneas do setor e oferecendo disciplinas técnicas em nível acadêmico baseadas em inovação e tecnologia. Esse é o conceito da Escola Nacional de Turismo que está em debate entre os ministérios do Turismo e da Educação, o governo do Paraná, a prefeitura de Foz do Iguaçu e a Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), onde ficará a sede da instituição. O projeto, que recebeu nesta semana o apoio do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, durante audiência com o deputado federal Vermelho (PSD/PR), está em fase de desenvolvimento.

A intenção é ter no país uma instituição especializada e referência em turismo, com foco na preparação de mão de obra para um mercado que está em constante crescimento. Dados da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), realizada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), reafirmaram o otimismo com o setor e apontaram aumento do volume de atividades turísticas no Brasil. O índice de junho de 2019 cresceu 2,6% em relação ao mesmo período do ano passado, influenciado pelas empresas de hotéis, de locação de automóveis e de restaurantes. A escola, que deve buscar parcerias na iniciativa privada e no trade turístico, oferecerá ensino presencial e a distância.

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, afirmou que o projeto será um marco para o Brasil e destacou que o Paraná, sede da instituição, possui uma forte vocação para o turismo. “Tenho que agradecer a oportunidade de participar da criação desse produto tão importante para o país. O Ministério do Turismo vai fazer todos os esforços para que esse projeto vire realidade”, disse.

O secretário Nacional de Desenvolvimento e Competitividade do Ministério do Turismo, Aluizer Malab, explicou que ainda não há prazos ou investimento definidos, já que, em 20 dias, um projeto detalhado será apresentado ao MTur. “Definimos que vamos ter uma escola-modelo em turismo, que vai formar um profissional pronto para atender as demandas do setor, com base em conceitos contemporâneos frente às mudanças tecnológicas”, explicou. A ideia, segundo o secretário, é levar futuramente o modelo para outras regiões do Brasil.

O deputado federal Vermelho (PSD/PR), que esteve no encontro, elogiou a iniciativa de criar uma instituição específica para o turismo. “Vai ser um ponto importante para atender demandas da nossa região. Tudo o que vai acontecer em relação ao turismo, temos que estar preparados para atender os visitantes. Demos um passo importante hoje, pois tivemos o sinal verde para avançar no projeto”, disse.

O reitor da Unioeste, Paulo Sérgio Wolff, agradeceu a escolha da universidade para ser o local da escola. “Estamos animados porque esse projeto integra, mais do que nunca, a universidade com a sociedade, os empresários. Fico muito orgulhoso de estarmos participando desse projeto. Em 20 dias vamos apresentar um projeto mais completo. A região oeste e sudoeste do Paraná e o Brasil vão crescer muito”, apostou.

O prefeito de Foz do Iguaçu, Chico Brasileiro, afirmou que a escola nacional vai beneficiar toda a região com a capacitação de profissionais, fundamental para atender bem os turistas nacionais e internacionais. “Nesses primeiros meses, tivemos um crescimento extraordinário de americanos, canadenses, australianos e japoneses em Foz do Iguaçu.  E esperamos que cheguem aos chineses. Essa escola é estratégica e pioneira, pois vai dar uma formação profissional e qualificação internacional para nossos trabalhadores”, comentou.

Edição: Cecília Melo

Fonte: Ministério do Turismo.

Continue Lendo

CULTURA

CELEBRAÇÃO: Nova Gokula anuncia Festival das Cores pela chegada da primavera

Publicado

em

Muita alegria e cores, com música, dança circular, yoga e banda inter-religiosa nos dias 7 e 8 de setembro

Celebrando a entrada da primavera, a Fazenda Nova Gokula realizará nos dias 7 e 8 de setembro de 2019, das 10h às 18h, o aclamado FESTIVAL DAS CORES.

As cores animam nossas vidas e nos trazem alegria e união em um espaço onde centenas de visitantes poderão brincar com as cores durante o empolgante show do rockeiro californiano THOMMAS KIND (TK and Band), o reggae de A TROPA e o estilo variado do SOUL DA PAZ, uma banda inter-religiosa, formada por integrantes de diferentes credos, e mais, DJ GOVINDA, KIRTANYAS e LOS CHAPATIS. Tudo inicia às 10h com AULA COLETIVA DE YOGA seguido de DANÇA CIRCULAR MEDITATIVA. O espaço HOLI KIDS, exclusivo para crianças, oferecerá brincadeiras com a supervisão de monitores.

Adquirindo os pacotes de pó colorido (feitos à base de amido de milho, não poluente e atóxico), todos poderão curtir música ao vivo, dançar e interagir, quebrando as barreiras que segregam as pessoas. Ao curtir o HOLI KIRTAN você poderá apreciar a beleza única da Fazenda Nova Gokula, com caminhadas ecológicas, tirolesa, banhos de rio em águas cristalinas e alimentação consciente vegetariana e vegana. Um dia de festa e alegria. Uma experiência única!

Programação do palco: Sábado 07/09:

10h – Aula Coletiva De Yoga 11h – Dança Circular Meditativa 12h – Los Chapatis

13h – Kirtanyas

14h – Tommy Kind – TK And Band 5h – Soul Da Paz

16h – Atração Surpresa!

17h – Tommy Kind – TK And Band

Domingo 08/09:

10h – Aula Coletiva de Yoga 11h – Dança Circular Meditativa 12h – Los Chapatis

13h – Dj Govinda

14h -Tommy Kind – TK And Band 15h – Soul Da Paz

16h – A Tropa

17h – Tommy Kind – TK And Band

(Jean / Jaya Deva das
(coordenador/assessor de imprensa)
Depto de Comunicação de Nova Gokula)

Continue Lendo
Propaganda acesse REVISTA29

Em Alta

Hospedado por ServerPro