Conecte-se agora
acesse ibis

TURISMO

TURISMO: Caraguá estuda recifes artificiais e participa do Meeting Brasil 2019

Publicado

em

Foto: Cláudio Gomes / PMC

Até o dia 8 de agosto, representantes da Secretaria de Turismo de Caraguatatuba participam do Meeting Brasil 2019, realizado em cinco países da América do Sul – Montevidéu (Uruguai),  Buenos Aires (Argentina), Assunção (Paraguai), Bogotá (Colômbia) e Lima (Peru). O objetivo é ‘vender’ o município à operadoras e agentes de turismo para aumentar o fluxo de turistas na cidade.

Nesta edição, a Prefeitura conta com parceria da Associação de Hotéis e Pousadas (AHP) que vai sortear, em cada rodada de negócio, hospedagem de sete dias para um agente visitar Caraguatatuba e saber os atrativos que ela oferece e podem ser oferecidos a futuros clientes.

O presidente da entidade, Thiago Fabrette, conta que são 15 cortesias para agentes internacionais. “Estamos em busca de uma grande profissionalização do turismo de Caraguá. Já temos a primeira agência de receptivos, hotéis com ótimo custo-benefício, boas praias, atrações, estrutura. Ou seja, a cidade está pronta pra receber o turista internacional”.

Na avaliação de Rodrigo Tavano, representante da Prefeitura de Caraguatatuba, “esta é uma oportunidade ímpar para estreitar o relacionamento com as operadoras e agências de viagens locais que geram turismo internacional”, explica.

Para o secretário de Turismo, Cristian Bota, é preciso buscar novas oportunidades para atrair turistas e aumentar a rede de contatos. “Participando desse Meeting,  o prefeito Aguilar Junior trabalha para fortalecer Caraguatatuba como destino turístico”.

O Meeting Brasil segue o formato de Rodadas de Negócios em que o contato é realizado de forma direta, pessoal e focado na geração de negócios. Sem desperdício de tempo e para um público 100% interessado.

A relevância do Meeting Brasil para o turismo nacional é reconhecida pelas Embaixadas e Consulados do Brasil nos países participantes. As Rodadas de Negócios são dinâmicas e permitem uma série de benefícios aos participantes, entre elas: proporcionar o conhecimento aprofundado do produto oferecido; reduzir o custo de operação de uma ação promocional; impactar um grande número de operadores e agentes de viagens interessados no destino brasileiro com foco em fechar negócios; contatar diretamente cerca de 200 profissionais de cada cidade em um único dia e concentrar os esforços em consumidores 100% interessados no produto Brasil.

A expectativa da organização é superar os números de 2018, quando mais de 1,7 mil participantes e cerca de 1,5 mil agentes de viagem passaram pelo local.

Prefeitura de Caraguatatuba estuda construção de recifes artificiais no Massaguaçu

A Prefeitura de Caraguatatuba protocola neste mês de agosto, um projeto de construção de recifes artificiais na Praia do Massaguacu (localizada na Região Norte), na Superintendência Regional do Patrimônio da União (SPU).  Representantes de diversas secretarias trataram da proposta na última quinta-feira (26/7), em São Paulo.

Coordenado pela Secretaria de Planejamento Estratégico e Desenvolvimento, o projeto tem como objetivo conter a erosão provocada pela maré na orla da praia, impedir a pesca de arrasto no local, preservar a fauna e flora marinha e impulsionar ainda mais o turismo na região, fomentando a prática do surf tendo em vista que o recife artificial gerará ondas de qualidade e nível profissional.

Os secretários Pedro Ivo de Sousa Tau (Planejamento Estratégico e Desenvolvimento, e de Administração), Leandro Borella (Obras Públicas e Urbanismo) e Marcel Giorgetti (Meio Ambiente e Serviços Públicos), acompanhados da assessora de governança, Roberta Franzolin, e do assessor jurídico, Diogo Rossi, se encontraram com o superintendente substituto da SPU em São Paulo, Denis Fabrisio de Oliveira Selymes, que manifestou apoio à instalação de recifes artificiais no Massaguaçu.

De acordo com o secretário de Planejamento e de Administração, Pedro Ivo de Sousa Tau, o projeto dos recifes artificiais será protocolado na Superintendência Regional do Patrimônio da União no próximo mês. “Assim que tivermos a autorização da SPU para dar andamento na proposta, buscaremos os licenciamentos nos órgãos competentes estaduais e federais. O superintendente da SPU, Denis Fabrisio, considera a baía do Massaguaçu um local ideal para construção de um arrecife artificial em função da potência da ondulação e linearidade da praia, fatores que contribuem para a instalação da estrutura. Sem contar que já existem estudos sobre o tema na Universidade Federal de Santa Catarina e na Universidade de São Paulo”, destaca.

(Foto: Luís Gava /PMC)

Para o secretário, além de combater a erosão na orla do bairro e proteger o ecossistema marinho, a estrutura submersa também vai impulsionar a economia e o turismo da região. “Com a construção dos recifes artificiais, Caraguatatuba estará inserida no cenário do surf mundial, como as cidades de São Sebastião, em função da praia de Maresias, e Ubatuba, a ‘Capital do Surf’, que recebem grandes eventos da modalidade e revelaram atletas de renome internacional, como Gabriel Medina, Felipe Toledo e Wiggolly Dantas. O prefeito Aguilar Junior pediu total empenho nesse projeto que é uma reivindicação antiga dos esportistas da nossa cidade”, concluiu.

Após a aprovação da proposta por todos os órgãos competentes, a Prefeitura de Caraguatatuba lançará um edital de chamamento público de Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI). A Lei nº 13.019, de 31 de julho de 2014, que estabelece o regime jurídico das parcerias entre a administração pública e as organizações da sociedade civil, instituiu o Procedimento de Manifestação de Interesse Social como instrumento por meio do qual as organizações da sociedade civil, movimentos sociais e cidadãos podem apresentar propostas ao poder público para que este avalie a possibilidade de realização de um chamamento público objetivando a celebração de parceria.

O recife artificial é uma estrutura marinha que dissipa a energia da onda a partir do momento em que a ondulação passa em cima dela. Dessa forma, ondas chegam à beira com menos intensidade.

A Praia do Massaguaçu (“grande massa d’água”, em Tupi-guarani) é uma praia de tombo, areia grossa e com ondas fortes, boas para a prática do surf. O local também recebe torneios de pesca estaduais e nacionais.

O Ministério do Planejamento é responsável pela gestão do patrimônio da União.  A Secretaria do Patrimônio da União é o órgão que autoriza a ocupação dos imóveis públicos federais, estabelecendo diretrizes para permissão de uso, promoção, doação ou cessão gratuita, quando houver interesse público. É responsável também pela gestão dos terrenos de marinha e o controle do uso dos bens de uso comum do povo, entre outras atribuições.

(Secretaria de Comunicação de Caraguatatuba)

 

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TURISMO

GESTÃO: Secretaria de Turismo apresenta proposta de liberação de recursos em reunião da APRECESP

Publicado

em

Foto: Divulgação SETUR_SP

A Secretaria de Turismo esteve na noite de sexta-feira (16) na Estância Turística de Ilhabela para a 4a. reunião ordinária de prefeitos da APRECESP (Associação das Prefeituras das Cidades Estâncias do Estado de São Paulo).

Representando a Pasta, o Secretário Executivo do Turismo, Marcelo Costa, apresentou algumas ações que a Secretaria vem desenvolvendo para a o Turismo no Estado. Até ao final do ano serão executadas mais de 83 ações específicas voltadas à estruturação e promoção do Turismo de São Paulo. Entre estas ações está a reconsideração dos convênios cancelados por falta de empenho, graças ao descontigenciamento de R$ 100 milhões pelo governo de São Paulo.  O esforço da Secretaria em viabilizar a execução dos contratos cancelados em 2018 resultou em 122 convênios aptos para a assinatura que vai acontecer no próximo dia 26, no Palácio dos Bandeirantes.
O Secretário lembrou que, apesar dos problemas enfrentados no primeiro semestre, a Pasta já liberou aos municípios R$ 342 milhões do orçamento de 2019. O valor liberado pelo DADETUR (Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos) de janeiro a julho é quase o dobro do que foi liberado no primeiro semestre de 2018.

Costa trouxe ainda uma boa notícia para os prefeitos: o Conselho de Orientação e Controle (COC) se reuniu no último dia 7 e aprovou todos os pleitos apresentados pelos municípios. Os novos pleitos deverão atender a seis critérios técnicos que deverão ser apresentados no plano de trabalho:
1. Demonstrar capacidade para manter, incrementar ou requalificar o fluxo turístico;

2. Estar diretamente associado a um atrativo turístico do município;

3. Ser importante vetor na estratégia de desenvolvimento econômico e social para o município;

4. Apresentar consistência entre os objetivos do projeto e as possibilidades de estruturação do destino;

5. Ser aderente às praticas preconizadas nos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS);

6. Contribuir para o processo de desenvolvimento regional.

Para o Secretário “o crescimento de 7,7% do turismo paulista é o resultado do empenho dos municípios na promoção do Turismo de São Paulo. É papel da Secretaria incrementar, manter e requalificar o fluxo turístico, e os municípios do interior são os nossos principais parceiros nesta ação”. Costa acrescentou que “não existe paralelo na história da gestão do Turismo de São Paulo, de tal nível de esforço e compromisso, tanto no que se refere à aplicação de recursos para a infraestrutura turística, como também na estruturação e promoção do Turismo. Nesse aspecto o Governo Doria está ganhando de goleada”.

A próxima reunião da APRECESP deve acontecer no dia 18 de outubro, na Estância Turística Santo Antônio do Pinhal.

FONTE: Setur SP 

Continue Lendo

TURISMO

GESTÃO: Brasil terá escola-modelo em turismo focada em inovação

Publicado

em

Ministro Marcelo Álvaro Antônio em audiência na sede do MTur para debater projeto que pretende implementar a escola nacional de turismo. Crédito: Roberto Castro/MTur 

A intenção é ter uma instituição especializada com foco na preparação de mão de obra qualificada para o setor

(Por Rafael Brais) Criar um modelo de escola referência para o turismo no Brasil, inspirada nas demandas contemporâneas do setor e oferecendo disciplinas técnicas em nível acadêmico baseadas em inovação e tecnologia. Esse é o conceito da Escola Nacional de Turismo que está em debate entre os ministérios do Turismo e da Educação, o governo do Paraná, a prefeitura de Foz do Iguaçu e a Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), onde ficará a sede da instituição. O projeto, que recebeu nesta semana o apoio do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, durante audiência com o deputado federal Vermelho (PSD/PR), está em fase de desenvolvimento.

A intenção é ter no país uma instituição especializada e referência em turismo, com foco na preparação de mão de obra para um mercado que está em constante crescimento. Dados da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), realizada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), reafirmaram o otimismo com o setor e apontaram aumento do volume de atividades turísticas no Brasil. O índice de junho de 2019 cresceu 2,6% em relação ao mesmo período do ano passado, influenciado pelas empresas de hotéis, de locação de automóveis e de restaurantes. A escola, que deve buscar parcerias na iniciativa privada e no trade turístico, oferecerá ensino presencial e a distância.

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, afirmou que o projeto será um marco para o Brasil e destacou que o Paraná, sede da instituição, possui uma forte vocação para o turismo. “Tenho que agradecer a oportunidade de participar da criação desse produto tão importante para o país. O Ministério do Turismo vai fazer todos os esforços para que esse projeto vire realidade”, disse.

O secretário Nacional de Desenvolvimento e Competitividade do Ministério do Turismo, Aluizer Malab, explicou que ainda não há prazos ou investimento definidos, já que, em 20 dias, um projeto detalhado será apresentado ao MTur. “Definimos que vamos ter uma escola-modelo em turismo, que vai formar um profissional pronto para atender as demandas do setor, com base em conceitos contemporâneos frente às mudanças tecnológicas”, explicou. A ideia, segundo o secretário, é levar futuramente o modelo para outras regiões do Brasil.

O deputado federal Vermelho (PSD/PR), que esteve no encontro, elogiou a iniciativa de criar uma instituição específica para o turismo. “Vai ser um ponto importante para atender demandas da nossa região. Tudo o que vai acontecer em relação ao turismo, temos que estar preparados para atender os visitantes. Demos um passo importante hoje, pois tivemos o sinal verde para avançar no projeto”, disse.

O reitor da Unioeste, Paulo Sérgio Wolff, agradeceu a escolha da universidade para ser o local da escola. “Estamos animados porque esse projeto integra, mais do que nunca, a universidade com a sociedade, os empresários. Fico muito orgulhoso de estarmos participando desse projeto. Em 20 dias vamos apresentar um projeto mais completo. A região oeste e sudoeste do Paraná e o Brasil vão crescer muito”, apostou.

O prefeito de Foz do Iguaçu, Chico Brasileiro, afirmou que a escola nacional vai beneficiar toda a região com a capacitação de profissionais, fundamental para atender bem os turistas nacionais e internacionais. “Nesses primeiros meses, tivemos um crescimento extraordinário de americanos, canadenses, australianos e japoneses em Foz do Iguaçu.  E esperamos que cheguem aos chineses. Essa escola é estratégica e pioneira, pois vai dar uma formação profissional e qualificação internacional para nossos trabalhadores”, comentou.

Edição: Cecília Melo

Fonte: Ministério do Turismo.

Continue Lendo

CULTURA

CELEBRAÇÃO: Nova Gokula anuncia Festival das Cores pela chegada da primavera

Publicado

em

Muita alegria e cores, com música, dança circular, yoga e banda inter-religiosa nos dias 7 e 8 de setembro

Celebrando a entrada da primavera, a Fazenda Nova Gokula realizará nos dias 7 e 8 de setembro de 2019, das 10h às 18h, o aclamado FESTIVAL DAS CORES.

As cores animam nossas vidas e nos trazem alegria e união em um espaço onde centenas de visitantes poderão brincar com as cores durante o empolgante show do rockeiro californiano THOMMAS KIND (TK and Band), o reggae de A TROPA e o estilo variado do SOUL DA PAZ, uma banda inter-religiosa, formada por integrantes de diferentes credos, e mais, DJ GOVINDA, KIRTANYAS e LOS CHAPATIS. Tudo inicia às 10h com AULA COLETIVA DE YOGA seguido de DANÇA CIRCULAR MEDITATIVA. O espaço HOLI KIDS, exclusivo para crianças, oferecerá brincadeiras com a supervisão de monitores.

Adquirindo os pacotes de pó colorido (feitos à base de amido de milho, não poluente e atóxico), todos poderão curtir música ao vivo, dançar e interagir, quebrando as barreiras que segregam as pessoas. Ao curtir o HOLI KIRTAN você poderá apreciar a beleza única da Fazenda Nova Gokula, com caminhadas ecológicas, tirolesa, banhos de rio em águas cristalinas e alimentação consciente vegetariana e vegana. Um dia de festa e alegria. Uma experiência única!

Programação do palco: Sábado 07/09:

10h – Aula Coletiva De Yoga 11h – Dança Circular Meditativa 12h – Los Chapatis

13h – Kirtanyas

14h – Tommy Kind – TK And Band 5h – Soul Da Paz

16h – Atração Surpresa!

17h – Tommy Kind – TK And Band

Domingo 08/09:

10h – Aula Coletiva de Yoga 11h – Dança Circular Meditativa 12h – Los Chapatis

13h – Dj Govinda

14h -Tommy Kind – TK And Band 15h – Soul Da Paz

16h – A Tropa

17h – Tommy Kind – TK And Band

(Jean / Jaya Deva das
(coordenador/assessor de imprensa)
Depto de Comunicação de Nova Gokula)

Continue Lendo
Propaganda acesse REVISTA29

Em Alta

Hospedado por ServerPro